Florianópolis terá ponto de ônibus com energia solar

Esperar o ônibus embaixo de uma estrutura 100% reciclável, com placas fotovoltaicas, que permitem carregar o celular, e telhado verde com reutilização da água da chuva será possível a partir do dia 8 de dezembro, em Florianópolis. Porém por enquanto será apenas um ponto de ônibus modelo, implantando na Agronômica, em frente à Casa do Governador, sem expectativa de outros pontos ecossustentáveis na Capital. 

O protótipo foi desenvolvido pelo Núcleo de Paisagismo da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (Acif). Para o modelo, foram selecionados materiais que em sua construção propõe minimizar o consumo de recursos naturais e potencializar a sua reutilização: a cobertura conta com vegetação para diminuir o calor, com irrigação autônoma feita pelo reuso de água da chuva; e há geração de energia por meio de placas fotovoltaicas, que permitem a iluminação do ambiente - feita por lâmpadas de LED -, a irrigação da cobertura e o carregamento de celulares via USB.

Estrutura reúne características para ajudar a melhorar acesso a usuários, ao mesmo tempo em que busca ser sustentável.

 A estrutura feita em aço também o torna totalmente reciclável. O forro da cobertura e os bancos são feitos com chapas de madeira plástica, feitas de plástico reciclado e produzidas no Presídio Agrícola de Palhoça. Também foi destinado um espaço exclusivo para facilitar a acessibilidade dos cadeirantes. Ainda estão previstas a instalação de um bicicletário e de um painel para fornecer informações das linhas de ônibus que passam pela parada.  

Segundo a coordenadora do núcleo, Maria Cecília Guinle, o espaço é resultado de vários estudos sobre abrigos de ônibus pelo mundo e é, com todos os itens que comporta, o único deste tipo no Brasil:

— Reunimos modelos instalados em grandes cidades como Amsterdã, Paris, Boston, Califórnia, Miami e outras aqui do Brasil, e buscamos mesclar as coisas interessantes de cada uma para montar um lugar em que o usuário tenha conforto e comodidade enquanto espera pelo transporte.

Toda a energia utilizada pela estrutura será produzida pelo próprio ponto de ônibus, por meio de energia solar.

A iniciativa tem o apoio do Projeto Empreender Competitivo 2013-2015, uma parceria entre a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) com o Sebrae, e administrado no estado pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc).