Evento no Rio Grande do Norte debate sobre energia solar

O setor brasileiro de energia solar deverá viver diversas movimentações em 2017. A entrada de operação usinas contratadas nos últimos anos e as várias negociações envolvendo aquisições de empreendimentos deverão incentivar o mercado, que aos poucos aumenta no país, e possui grande potencial a ser explorado.  

(Imagem: Diário do Nordeste)

(Imagem: Diário do Nordeste)

Segundo  a Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), espera-se que o país conquiste ainda este ano a marca de 1GW (gigawatt) em capacidade instalada usinas fotovoltaicas, patamar consignado em  pouco mais de 20 países.  

Para o futuro, mais que crescimento através das grandes usinas, o potencial do Brasil para geração distribuída tem ganhado destaque no mercado, segmento em que o número de adeptos disparou.

Essas e outras questões envolvendo o espaço fotovoltaico serão debatidos ao longo do SolarInvest 2017 – 9º Encontro de Investidores em Energia Solar, no dia 8 de fevereiro em Natal, Rio Grande do Norte. A capital do estado líder brasileiro na geração eólica, reunirá governantes, executivos e profissionais do mercado fotovoltaico a fim de debater o aprimoramento da regulamentação e o progresso da geração de energia solar no Brasil.

Serão debatidos tópicos como o potencial econômico na corrente de produtos e serviços, a propensão   da energia solar centralizada na matriz elétrica nacional e exemplos de empreendedorismo no setor fotovoltaico.

O evento contará com a presença de órgãos, instituições e companhias como Governo do Estado do Rio Grande do Norte, FIERN, IFRN, Absolar, Eletrobras, BNDES, Apex, Enerbras, New Energy, dentre outros.  O SolarInvest2017 é uma realização do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) e a empresa Viex Américas. A programação completa e inscrições podem ser realizadas no site do evento pelo endereço: www.viex-americas.com/conferencias/solarinvest/.

Fonte: O Portal N10  


SIGA A COSOL NO MEDIUM: MEDIUM.COM/COSOL