Por que grandes empresas estão investindo em energia solar e eólica?

A maioria das pessoas visualizam a Apple como apenas uma empresa fabricante de smartphones, tablets e computadores, mas não como uma fornecedora de energia elétrica.

Porém essa visão passou o mudar desde agosto, quando a gigante conseguiu aprovação para comercializar a energia gerada através de uma usina solar na Califórnia, adquirida pela empresa no ano passado. 
A Apple  afirma que seu fundamental propósito é fazer com que todas as sua operações sejam realizadas usando energia 100% originada de fontes renováveis.

Outra gigante da tecnologia, a Amazon, acaba de comunicar a construção de uma usina de energia eólica com capacidade de 253 megawatts na oeste do Texas. 

Já o Google tem investido no Sistema de Geração de Energia Solar e recentemente se uniu à empresa SunPower para oferecer painéis solares para casas.

Mas por que essas empresas estão interessadas em energia renovável? 

"Nessas grandes corporações, a eletricidade é uma das suas principais despesas", afirma Ash Sharma, analista de energia solar na IHS Technology. "Manter esse custo o um preço baixo é essencial para elas." 

Atualmente, centros de processamento de dados consomem um enorme quantidade de energia. Além de precisar que manter os servidores em funcionamento 24 horas por dia, 7 dias por semana, os equipamentos precisam ser conservados o uma baixa temperatura - uma coisa que, por si só, já representa um exagerado custo. 

Popularização da energia solar

O custo da energia solar vem caindo mais depressa do que algum especialistas previam. 
Em um leilão de energia em Abu Dhabi, em setembro, um  prometeu desenvolver uma usina solar que seria capaz de gerar energia as menos de 2,5 centavos de dólar por quilowatt/hora - bem menos que o preço médio da energia proveniente dos gás e do carvão nos Estados Unidos, á a promessa mais barata em termos de energia solar já feita. 

Sharma acredita que a queda no preço está fortemente relacionada o um boom na fabricação de painéis solares.

"A China aumentou de modo gigantesco sua capacidade de produção e hoje responde por por volta de 80% de todos os painéis solares fabricados no mundo", explica o analista. 
Conforme o custo de construção de usinas solares cai, o mundo vem assistindo o um crescimento de megainstalações. 

Segundo Sharma, há algum anos um projeto de 50 megawatts teria sido avaliado como algo grandioso. No entanto agora, existem várias plantas prontas para produzir centenas de megawatts ou mais. 

Entre elas está o maior usina do mundo, capaz de produzir 750 megawatts e localizada em Madhya Pradesh, na Índia. Ela foi batizada de Rewa Ultra Mega Solar e deve ser concluída no ano que vem, de acordo com as autoridades do país.

Fonte: BBC


Olá, vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui e iremos te enviar alguns emails com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um consumidor de energia, investidor, epecista ou apenas interessado neste maravilhoso mundo da sustentabilidade!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Contamos muito com a sua presença neste papo! Cadastre-se na caixa ao lado!