Solar Impulse 2 terminou a volta ao mundo

O primeiro voo ao redor do mundo realizado por um avião movido a energia solar está concluído, depois do avião Solar Impulse 2 ter aterrado em Abu Dhabi.

Bertrand Piccard pilotou o Solar Impulse 2 na etapa final, desde a capital egípcia, Cairo, até ao Emirados Árabes Unidos. Ele e o seu colega suíço, Andre Borschberg, foram trocando o controlo do Solar Impulse 2, por várias etapas, com o objetivo de promover as energias renováveis.

Toda a equipa do Solar Impulse 2 está de parabéns, pois conseguiram fazer com que o avião terminasse a sua grande viagem que começou em Abu Dhabi em 9 de Março de 2015.

"O futuro é limpo. O futuro é você. O futuro é agora. Vamos levá-lo ainda mais longe.", disse Piccard, que foi recebido em Abu Dhabi com gritos e aplausos.

A viagem do Solar Impulse 2 foi feita em 17 etapas, cobrindo mais de 42.000 km, atravessando 4 continentes, 3 mares e 2 oceanos. 

O alimento mais longo da viagem do Solar Impulse 2, com 8.924 km de voo, de Nagoya, no Japão, até ao Hawaii, nos EUA, durou aproximadamente 118 horas. Foi nesta jornada que a piloto Borschberg quebrou o recorde absoluto mundial do voo mais longo, em termos de duração, sem nenhum paralisação.

Este foi somente uma das 19 etapas da aventura mundial do Solar Impulse 2. Os pilotos, Piccard e Borschberg, trabalharam no projeto Solar Impulse 2 à mais de 1 década. A dupla tinha a perspectiva de conseguir completar o desafio no ano passado, porém o progresso não foi tão rápido quanto estavam à espera para obterem o melhor tempo no Verão do Hemisfério Norte. Para além disso, o dano que a bateria do Solar Impulse 2 sofreu, na etapa da passagem sobre o Oceano Pacífico, obrigou o parar o voo por 10 meses para que ocoresse uma manutenção.

O Solar Impulse 2 não pesa nada alem que uns simples carro, mas tem uma envergadura de um Boeing 747. O avião Impulse 2 é alimentado por 17.000 células solares. O design experimental do Solar Impulse 2 também precisa de ser melhorado, pois apresenta diversas dificuldades técnicas, como o avião ser muito sensível ás variações das condições meteorológicas. Um exemplo disso foi a passagem pelo Cairo, onde a piloto Piccard lutou contra a turbulência severa por cima do deserto quente da Arábia. 

O cockpit possui o tamanho de um caixa de telefone público, com os pilotos tendo que usar tanques de oxigênio para conseguirem respirar em altitudes elevadas e só conseguiam dormir entre 20 minutos a 1 hora.

As várias etapas do Solar Impulse 2 na sua volta ao mundo:

1ª Etapa (9 de Março): Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) a Mascate (Omã) - 772 km ; 13 horas e 1 minuto.

2ª Etapa (10 de Março): Muscat (Omã) a Ahmedabad (Índia) - 1.593 km ; 15 horas e 20 minutos.

3ª Etapa (18 de Março): Ahmedabad (Índia) a Varanasi (Índia) - 1.170 km ; 13 horas e 15 minutos.

4ª Etapa (18 de Março): Varanasi (Índia) a Mandalay (Myanmar) - 1.536 km ; 13 horas e 29 minutos.

5ª Etapa (29 de Março): Mandalay (Myanmar) a Chongqing (China) - 1.636 km ; 20 horas e 29 minutos.

6ª Etapa (21 de Abril): Chongqing (China) a Nanjing (China) - 1.384 km ; 17 horas e 22 minutos.

7ª Etapa (30 de Maio): Nanjing (China) a Nagoya (Japão) - 2.942 km ; 1 dia, 20 horas e 9 minutos.

8ª Etapa (28 de Junho): Nagoya (Japão) a Kalaeloa, Hawaii (Estados Unidos) - 8.924 km ; 4 dias, 21 horas e 52 minutos.

9ª Etapa (21 de Abril): Kalaeloa, Hawaii (Estados Unidos) a Mountain View, Califórnia (Estados Unidos) - 4.523 km ; 2 dias, 17 horas e 29 minutos.

10ª Etapa (2 de Maio): Mountain View, Califórnia (Estados Unidos) a Phoenix, Arizona (Estados Unidos) - 1.199 km ; 15 horas e 52 minutos.

11ª Etapa (12 de Maio): Phoenix, Arizona (Estados Unidos) a Tulsa, Oklahoma (Estados Unidos) - 1.570 km ; 18 horas e 10 minutos.

12ª Etapa (21 de Maio): Tulsa, Oklahoma (Estados Unidos) a Dayton, Ohio (Estados Unidos) - 1.113 km ; 16 horas e 34 minutos.

13ª Etapa (25 de Maio): Dayton, Ohio (Estados Unidos) a Lehigh Valley, Pennsylvania (Estados Unidos) - 1.044 km ; 16 horas e 47 minutos.

14ª Etapa (11 de Junho): Lehigh Valley, Pennsylvania (Estados Unidos) a New York (Estados Unidos) - 230 km ; 4 horas e 42 minutos.

15ª Etapa (20 de Junho): New York (Estados Unidos) a Sevilha (Espanha) - 6.765 km ; 2 dias, 23 horas e 8 minutos.

16ª Etapa (11 de Julho): Sevilha (Espanha) a Egito (Cairo) - 3.375 km ; 2 dias, 0 horas e 50 minutos.

17ª Etapa (23 de Julho): Egipto (Cairo) a Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) - 2.694 km ; 2 dias, 0 horas e 47 minutos.

Não sei se foi propositado ou não o fato do Solar Impulse 2 ter aterrado durante a noite, mas que deixa uma imagem de uma tecnologia já desenvolvida, deixa. Para muitas pessoas a energia solar só trabalha durante o dia. Cabe a nós mostrar-lhes o contrário.

Apesar desta viagem de sucesso do Solar Impulse 2, os meios de transportes aéreos movidos a energia solar não estarão prontos "amanhã", ainda será preciso muito estudo e desenvolvimento.

Fonte: Blog-Energia 


Olá, vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui e iremos te enviar alguns emails com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um consumidor de energia, investidor, epecista ou apenas interessado neste maravilhoso mundo da sustentabilidade!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Contamos muito com a sua presença neste papo!