desenvolvimento

Noruega e os veículos elétricos

Noruega e os veículos elétricos

Autoridades esperam que a venda de carros elétricos consiga ocupar em 100% o mercado em 2025.

China implanta pesadas multas contra a poluição

China implanta pesadas multas contra a poluição

O problema atinge pelo menos 500 milhões de cidadãos e é o responsável por um terço das mortes registradas na China todos os anos.

Tesla mostra que é possível alimentar uma ilha inteira utilizando a energia solar

Tesla mostra que é possível alimentar uma ilha inteira utilizando a energia solar

A SolarCity, empresa comprada há pouco tempo pela Tesla, anunciou nesta terça-feira, 22, que está realizando um experimento onde abastece uma ilha inteira através de energia solar. 

Energia solar estimula empregos e crescimento para o Brasil

Estamos acostumados a associar a ideia de Brasil tal como exuberante em belezas e recursos. Porém, atualmente uma crise hídrica trouxe precaução para todos. Os leitos dos rios vazios acarretaram expressivo impacto na vida da população e igualmente da economia. 

Grande parte disto se deve ao fato de que aproximadamente 70% da nossa energia ainda ser proveniente de hidrelétricas. Esse é o instante perfeito para aproveitarmos com qualidade tudo que a natureza no oferece, criando alternativas e impulsionando fontes de energia limpas e sustentáveis

São inúmeros os benefícios que fazem estimulam que o mundo a utilizar cada vez mais a energia fotovoltaica. Além de renovável e não poluente, por exemplo, esta opção tem originado um número de empregos significativos. Hoje em dia estima-se que existam operando de modo direto com energia solar 2,8 milhões de trabalhadores no mundo. 

A expectativa é de que nos próximos anos 90 mil novos empregos sejam gerados a fim de atender a crescente demanda brasileira. Isto porque, até 2050, a suposição do Plano Nacional de Energia é de que 13% da demanda nacional seja suprida com energia solar.

Países melhores desenvolvidos investem há anos nessas fontes alternativas de energia, mais inteligentes e sustentáveis. O Brasil, por sua vez, necessita se espelhar nessas iniciativas, valorizando quem pesquisa uma atitude mais consciente para com o planeta. É fundamental perceber que a população já caminha nesse rumo. 

Dados da ANEEL mostram que a geração distribuída, aquela gerada pelo próprio usuário, cresceu 308% em 2016. Isto se deve, especialmente, a diminuição nos custos desta tecnologia e a elevação nas tarifas de eletricidade. 

Possuímos um futuro surpreendentemente promissor aproveitando a incidência solar para gerar energia. Somos vistos como uma potência por toda a América Latina e, para tanto, é essencial que a população faça utilização em uma escala progressiva dessa forma de energia e que cobre dos seus governantes medidas que caminham também nessa direção.

Juntos conseguiremos ser um País referência em energia limpa!

Fonte: Economia SC,  por Gilberto Vieira Filho.


Olá, vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui e iremos te enviar alguns emails com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um consumidor de energia, investidor, epecista ou apenas interessado neste maravilhoso mundo da sustentabilidade!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Contamos muito com a sua presença de neste papo!


Usinas de energia solar já empregam 1.500 trabalhadores

Uma pesquisa realizado pela Prefeitura de São João do Piauí, cidade a 476 km de Teresina, aponta que a inserção das usinas de energia solar no município e também no município de Ribeira do Piauí já emprega 1.500 trabalhadores. 

A secretária municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania de São João do Piauí, Viviane Moura, declarou que a implantação das usinas de energia solar está na fase de limpeza e desmatamento das áreas onde serão implantadas as placas solares.

De acordo com ela, estão empregados trabalhadores da região de São João do Piauí, e também existe a presença de funcionários das empresas internacionais, que estão implantando as usinas, como as da empresa italiana Enel Green Power. Os hotéis estão cheios e também cresceu a busca por serviços de restaurantes e produção de alimentos. 

A empresa Sertão Solar Energia (SPE) recebeu, na sexta-feira, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar), a Licença de Instalação destinado o a implantação de três usinas de energia fotovoltaica, a usina Sertão I, a usina Sobral I e a usina Sobral II, em São João do Piauí. 

Fonte: Jornal Meio Norte.


Olá, vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui e iremos te enviar alguns emails com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um consumidor de energia, investidor, epecista ou apenas interessado neste maravilhoso mundo da sustentabilidade!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Contamos muito com a sua presença neste papo! Cadastre-se na caixa ao lado!


Estudo aponta o Brasil como país atraente para investimento em energia renovável

o setor de energia renovável recebeu mais do que o dobro de investimentos em comparação com a geração tradicional, no ano passado, de acordo com as Nações Unidas.

Imagem: Pexels

O relatório de março da agência ambiental da ONU, a UNEP ( Programa das Nações Unidas para o Ambiente, na sigla em inglês), mostra ainda que esse segmento acrescentou mais capacidade de geração no mundo no ano passado do que o gás e o carvão natural, por exemplo.

Além dos estímulos públicos e de compromissos ambientais internacionais, o fator que está gerando esse grande crescimento é a redução de custos na implantação, através das inovações tecnológicas que possibilitam ganho de escala.

Segundo a Agência Internacional de Energia Renovável, desde 2009 houve forte queda no custo das placas solares (cerca de 80%) e das turbinas eólicas (cerca de 40%).  Um estudo divulgado pela entidade mostra que os preços dessas modalidades de eletricidade pode ter uma redução de 59% até 2025.

O Brasil vem seguindo essa trajetória de crescimento e também se beneficia das condições naturais favoráveis. Além de a tecnologia estar contribuindo, o Brasil possui o melhor vento do mundo para a geração de energia eólica e um dos melhores índices de radiação na grande maioria dos dias do ano.

Brasil é o sexto país mais atraente para investimento em energia renovável. 

Brasil é o sexto país mais atraente para investimento em energia renovável. 

Como funciona o índice acima: O estudo identifica fatores como necessidade de nova energia, políticas favoráveis, condições de financiamento e infraestrutura, recursos naturais e ambiente favorável ao investidor. 

A tendência do mercado de energias limpas é crescer cada vez mais, além de todos os fatores já citados, a consciência de sustentabilidade floresce em grande escala na atual sociedade ocasionando forte uso das renováveis. Vamos juntos fazer com que o Brasil seja uma referência nesse assunto.   

Fonte: Folha de São Paulo.


SIGA A COSOL NO MEDIUM: MEDIUM.COM/COSOL


Brasil deve integrar Top 20 em energia solar em 2018

O Brasil deverá fazer parte do ranking dos 20 maiores produtores de energia solar em 2018. 

Brasil estará entre os 20 países com maior geração solar em 2018

Em 2014, houve a primeira contratação de energia solar de geração pública centralizada, e, em 2015, mais dois leilões ocorreram, totalizando 2.653 MW

Estudos para o planejamento do setor elétrico em 2050 estimam que 18% dos domicílios no Brasil contarão com geração fotovoltaica


Estudos para o planejamento do setor elétrico em 2050 estimam que 18% dos domicílios no Brasil contarão com geração fotovoltaica

O mundo contabilizou, no fim de 2014, certa potência instalada de geração de energia solar fotovoltaica de 180 Gigawatts (GW), 40,2 GW o mais que no 2013. Os dados constam no boletim “Energia Solar no Brasil e no Mundo – Ano de Referência – 2014”, divulgado pelo Ministério de Minas e Energia (MME), e apontam que, dentro de dois anos, o Brasil estará entre os 20 países com maior geração de energia solar no mundo.

Os cinco primeiros países em potência instalada – Alemanha, China, Japão, Itália e EUA –  respondem por 70% do total mundial nessa fonte. Em 2015, a China deverá alcançar o 1º lugar no ranking mundial de potência instalada. De acordo com o boletim, a Grécia possui o mais alto percentual de geração solar em relação à sua geração total (9,5%), seguida pela Itália (8,6%). 

De acordo com dados da Agência Internacional de Energia (IEA), a energia solar conseguirá responder por em torno de 11% da oferta global de energia elétrica em 2050 (5 mil TWh). A área coberta por painéis fotovoltaicos capaz de produzir essa energia é de 8 mil km², a correspondente o um quadrado de 90 km de lado (quase uma vez e meia a área do DF).

Em 2018, o Brasil deverá estar entre os 20 países com maior geração de energia solar, considerando-se a potência já contratada (2,6 GW) e a escala da expansão dos demais países. O Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE 2024)estima que a capacidade instalada de geração solar chegue a 8.300 MW no ano de 2024, sendo 7.000 MW geração descentralizada e 1.300 MW distribuída. A porção de geração solar deve chegar a 1% do total. 

Pesquisas destinadas  a elaboração de um projeto do setor elétrico em 2050 estimam que 18% dos domicílios no Brasil contarão com geração fotovoltaica (8,6 TWh), ou 13% da demanda absoluta de eletricidade residencial.

Geração centralizada

Em 2014, houve o primeiro contrato de energia solar de geração pública centralizada (890 MW). Em 2015, mais dois leilões foram realizados, totalizando 2.653 MW contratados, com começo de abastecimento em 2017 e 2018. Os leilões foram realizados na forma de energia de reserva, afim de incentivar o uso da energia solar fotovoltaica no Brasil, além de fomentar a sua indústria.

A potencialidade brasileira para energia solar é excepcional. O Nordeste apresenta as maiores valores de irradiação solar global, juntamente o maior média e o menor variabilidade anual, dentre todas as regiões geográficas. Os valores máximos de irradiação solar são observados na área central da Bahia e também no noroeste de Minas Gerais.

Incentivos

O Ministério de Minas e Energia lançou, na data de 15 de dezembro, o Programa de Geração Distribuída de Energia Elétrica (ProGD). O meta é de entusiasmar a geração de energia pelos próprios consumidores (residencial, comercial, industrial e rural) com alicerce em fontes renováveis, em especial a fotovoltaica. Há potencial para a instalação de 23,5 GW até 2030.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MME


Olá, vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui e iremos te enviar alguns emails com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um consumidor de energia, investidor, epecista ou apenas interessado neste maravilhoso mundo da sustentabilidade!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Contamos muito com a sua presença neste papo! Cadastre-se na caixa ao lado!