geração solar

BNDES anuncia financiamento de R$ 2,2 bi para geração de energia eólica e solar por pessoas físicas e empresas

Foi anunciado pelo Governo Federal nesta quinta-feira um novo programa do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiamento a empresas e pessoas físicas que pretendem investir em energia renovável, que terá duas linhas de crédito no valor total de aproximadamente de 2,2 bilhões de reais, declarado pelo Ministério do Meio Ambiente.

Dentro do programa do Finame, uma das linhas terá a dotação orçamentária de 2 bilhões de reais para bens e equipamentos de geração eólica e solar. Essa linha de crédito está direcionada para condomínio, empresas, cooperativas, produtores rurais e pessoas físicas, que poderão financiar até 100% do total a ser destinado nos equipamentos, com prazo de pagamento de até 120 meses e carência de 24 meses.

Em paralelo, pessoas físicas e microempresas poderão acessar um outro financiamento para implantações de energias renováveis com recursos provenientes do Fundo Clima. Para essa linha, o orçamento será de 228 milhões de reais.

O financiamento pode ser alinhado por TLP, Selic ou Taxa Fixa do BNDES, sendo o TFB aplicável apenas às Micro, Pequenas e Médias Empresas - MPMEs. O custo final inclui a remuneração do BNDES - de 1,05% ao ano - e do agente financeiro.

Considerando o spread médio dos repassadores de crédito no BNDES Finame, a taxa final é de, aproximadamente, 1,3% ao mês às MPMEs. Tendo a emissão da proposta pelo agente financeiro, a consideração do procedimento é realizado rapidamente na plataforma Serviços Online BNDES .

Existem programas do BNDES já em operação para financiar equipamentos como para sistemas de geração em energia solar com até 375 KW como de energia eólica até 100 KW.

O anúncio dessa linha de crédito propõe a abertura de maiores investimentos para mini usinas geradoras de energias limpas. Assim, fomentando este mercado que beneficia os consumidores de energia juntamente com o meio ambiente e, por outro lado, movimenta a indústria com as construções dos Condomínios Solares.

Portanto, os usineiros, em parceria com a COSOL, poderão usufruir desta linha de crédito para financiar sua mini usina e comercializar energia via marketplace COSOL para faturar nos próximos 25 anos. Clique aqui e nos conheça melhor, será um prazer atendê-lo!

Fonte: Canva

Fonte: Canva

Brasil estará entre os 20 países com maior geração solar em 2018

Em 2014, houve a primeira contratação de energia solar de geração pública centralizada, e, em 2015, mais dois leilões ocorreram, totalizando 2.653 MW

Estudos para o planejamento do setor elétrico em 2050 estimam que 18% dos domicílios no Brasil contarão com geração fotovoltaica


Estudos para o planejamento do setor elétrico em 2050 estimam que 18% dos domicílios no Brasil contarão com geração fotovoltaica

O mundo contabilizou, no fim de 2014, certa potência instalada de geração de energia solar fotovoltaica de 180 Gigawatts (GW), 40,2 GW o mais que no 2013. Os dados constam no boletim “Energia Solar no Brasil e no Mundo – Ano de Referência – 2014”, divulgado pelo Ministério de Minas e Energia (MME), e apontam que, dentro de dois anos, o Brasil estará entre os 20 países com maior geração de energia solar no mundo.

Os cinco primeiros países em potência instalada – Alemanha, China, Japão, Itália e EUA –  respondem por 70% do total mundial nessa fonte. Em 2015, a China deverá alcançar o 1º lugar no ranking mundial de potência instalada. De acordo com o boletim, a Grécia possui o mais alto percentual de geração solar em relação à sua geração total (9,5%), seguida pela Itália (8,6%). 

De acordo com dados da Agência Internacional de Energia (IEA), a energia solar conseguirá responder por em torno de 11% da oferta global de energia elétrica em 2050 (5 mil TWh). A área coberta por painéis fotovoltaicos capaz de produzir essa energia é de 8 mil km², a correspondente o um quadrado de 90 km de lado (quase uma vez e meia a área do DF).

Em 2018, o Brasil deverá estar entre os 20 países com maior geração de energia solar, considerando-se a potência já contratada (2,6 GW) e a escala da expansão dos demais países. O Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE 2024)estima que a capacidade instalada de geração solar chegue a 8.300 MW no ano de 2024, sendo 7.000 MW geração descentralizada e 1.300 MW distribuída. A porção de geração solar deve chegar a 1% do total. 

Pesquisas destinadas  a elaboração de um projeto do setor elétrico em 2050 estimam que 18% dos domicílios no Brasil contarão com geração fotovoltaica (8,6 TWh), ou 13% da demanda absoluta de eletricidade residencial.

Geração centralizada

Em 2014, houve o primeiro contrato de energia solar de geração pública centralizada (890 MW). Em 2015, mais dois leilões foram realizados, totalizando 2.653 MW contratados, com começo de abastecimento em 2017 e 2018. Os leilões foram realizados na forma de energia de reserva, afim de incentivar o uso da energia solar fotovoltaica no Brasil, além de fomentar a sua indústria.

A potencialidade brasileira para energia solar é excepcional. O Nordeste apresenta as maiores valores de irradiação solar global, juntamente o maior média e o menor variabilidade anual, dentre todas as regiões geográficas. Os valores máximos de irradiação solar são observados na área central da Bahia e também no noroeste de Minas Gerais.

Incentivos

O Ministério de Minas e Energia lançou, na data de 15 de dezembro, o Programa de Geração Distribuída de Energia Elétrica (ProGD). O meta é de entusiasmar a geração de energia pelos próprios consumidores (residencial, comercial, industrial e rural) com alicerce em fontes renováveis, em especial a fotovoltaica. Há potencial para a instalação de 23,5 GW até 2030.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MME


Olá, vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui e iremos te enviar alguns emails com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um consumidor de energia, investidor, epecista ou apenas interessado neste maravilhoso mundo da sustentabilidade!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Contamos muito com a sua presença neste papo! Cadastre-se na caixa ao lado!